ACTIVE HOUSE

ACTIVE HOUSE

LightActive House

VELUX Model Home 2020 – Habitabilidade máxima com máxima eficiência energética.

Localização: Hamburgo, Alemanha

Tipo de construção: Reabilitação

ABC: 132,0 m²

Arquitetura e especialidades:  Katharina Fey, aluna da Universidade Técnica de Darmstadt; Prof. Manfred Hegge, Universidade Técnica de Darmstadt; Ostermann Arquitectos

A Casa LightActive resulta da transformação de uma casa tradicional dos anos 1950 numa casa mais sustentável. Todos os quartos possuem janelas de fachada e telhado posicionadas de modo a garantir a melhor iluminação natural. A área das janelas da casa passou de 18 m² para 60 m². A casa cobre as exigências energéticas através da utilização de energias renováveis, sem detrimento da iluminação natural e da qualidade do ar no interior.

O projeto de iluminação natural desempenhou um papel vital no conceito arquitetónico da casa. Uma utilização otimizada e controlada da luz solar diminui a necessidade de iluminação artificial, reduzindo consideravelmente os consumos energéticos e proporcionando ganhos solares úteis durante o período de inverno.

Para proporcionar uma envolvente flexível e confortável, a quantidade de luz natural admitida pode ser controlada por toldos que impedem o encandeamento e o sobreaquecimento. Combinado com sistemas de proteção solar, o sistema de ventilação cruzada funciona como um sistema de “ar condicionado natural” e garante uma envolvente interna agradável. Dependendo da temperatura, concentração de CO2 e do nível de humidade, um sistema de controlo alimentado a energia solar abre e fecha automaticamente as clarabóias, assegurando a qualidade do ar interior.

Na nova extensão da casa encontram-se a sala de estar, a cozinha e uma zona técnica, incorporando na cobertura os coletores solares para produção de água quente e painéis fotovoltaicos para produção de energia elétrica, cobrindo todas as necessidades energéticas da casa com energia limpa e renovável.

O conceito da Casa LightActive foi baseado na comunidade sustentável, mas, em vez de autossuficiência em termos de alimentação, a casa é autossuficiente em termos energéticos.

MAIS INFO

VER IMAGENS